O Farroupilha
  1. Home
  2. Artigo

China & Coronavírus

A China, secularmente foi dominada por sucessivas dinastias monárquicas, reis e rainhas, famílias imperiais, sucessão garantida no estado soberano chinês pela hereditariedade, verdadeira oligarquia.

]O declínio das dinastias imperiais, o fim delas com a Qing, ocorrida em 1912, quando foi fundada oficialmente a República da China que durou até 1949. Nesse ano, foi estabelecida a República Popular da China, vigente até hoje, após uma guerra civil. O líder desse conflito, Mao Tse Tung, surge como um político, teórico e comunista, cuja liderança lhe dá a condição de tornar-se primeiro presidente da RPC. Depois de presidente Mao, manteve outra presidência, a do Partido Comunista, com mais autoridade, promovendo uma campanha socialista com a participação popular massiva, forma de alcançar o verdadeiro socialismo com a Revolução Cultural, movimento sanguinolento, com efeito devastador. Apesar dos duros métodos – incluindo tortura e execuções, Mao começa o desenvolvimento e industrialização da China. Mao morre e com ele a doutrina do maoísmo, mas a industrialização do país, por ele elaborada, com o tempo atinge a modernidade, proporcionando um imenso canal de exportação: Made in China, exportações desde quinquilharias até vírus.

Peste Negra, foi a doença infecto contagiosa, tenebrosa, puro horror, mortal, que causou uma desastrosa pandemia, a mais devastadora registrada na história humana tendo como resultado incontáveis mortos, calcula-se de 75 a 200 milhões de pessoas, principalmente na Europa, onde desapareceu um terço da sua população. A proliferação generalizada ocorreu na metade do século XIV (1347 a 1351). A peste teve origem no continente asiático, “exportada” pela China, através de caravanas de comércio, cuja propagação se deu por meio de pulgas de ratos. A peste mortífera durou quatro anos (1918/1920). 

Gripe asiática foi outro tipo de vírus proveniente da China 1957/58, que causou sérios problemas pulmonares causando mais de 1 milhão de mortes.

A Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) também procedente da China (2002/03) foi transmitida do morcego ao homem.

Gripe Espanhola, outra pandemia mortal na humanidade, foi causada pelo vírus influenza. Não tem procedência chinesa, não foi exportada pelos comunistas. Duas opções creditam a origem da Gripe Espanhola a partir do ocidente: quarteis militares americanos ou, um acampamento hospitalar na França. A espanhola, estima-se, infectou 500 milhões de pessoas, um quarto da população mundial, o número de mortos entre 17 a 50 milhões de vítimas.

Nesse século as principais epidemias foram: o vírus ebola, causou entre os anos 2013/16, uma doença de febre hemorrágica na África, também um vírus altamente contagioso, com uma taxa de mortalidade alta.

Entre os anos de 2009/10 surgiu a gripe A H1N1 (gripe suína) que causou, de acordo com a OMS, 18.500 mortes
Entre os anos de 1968/70 surgiram os voos comerciais, esse foi um dos motivos para o rápido contágio da gripe de Hong Kong, que tinha como vítimas crianças. 

Na atualidade coronavírus, identificado como Covid-19. Pelas datas no texto, observa-se que as pandemias em média persistem por 2 anos. A mais prolongada foi a peste negra 5 anos, quando a medicina era atrasada.