O Farroupilha
  1. Home
  2. Artigo

É hora de tomar a decisão correta

Quem nunca tomou uma decisão equivocada segundo o momento que estava passando e esta trouxe complicações mais difíceis de sanar no longo prazo? Normalmente é assim, por impulso que desviamos do propósito verdadeiro por medo ou por falta de alicerce, e acabamos por pagar caro no futuro.

Esta turbulência que o mundo vive te deixa agitado? Deixa tranquilo ou preocupado? Dizer que é apenas um ou outro o sentimento que gera talvez seja mentira, pois não sabemos o que acontecerá no dia de amanhã, então isso certamente deve dar um friozinho no estômago. Mas sabe aquela frase que diz que o amanhã a DEUS pertence, creio que esta seja a melhor hora de utilizarmos ela com frequência, pois sabemos que após a tempestade vem a calmaria, mas como se conter e não criar uma ansiedade extrema neste momento.

Algumas vezes falei em meus artigos sobre montanha russa de emoções, e isto é preocupante quando a decida de ânimo é extrema, por isso digo, tenha calma que “tudo passa”. Coloque tua fé em DEUS que tudo pode, tem aquela frase bem conhecida que pode ser um ânimo, a mesma diz assim: “tudo posso naquele que me fortalece” esta que se encontra no livro de Filipenses 4:13.

Esta semana conversando com um amigo, ele disse que estava pensando em tomar algumas decisões, pois esta crise o estava colocando em dificuldades, eu falei para ele uma frase que depois fez com que o mesmo me agradecesse, nela eu disse assim: “apesar da decisão que tu tomes nesta hora, faça pensando na sua família e nos seus sonhos e não tome a mesma pensando no dinheiro, pois o dinheiro é uma solução de curto prazo para um problema de longo prazo”, a mesma eu digo para mim e para você, agora mais que nunca estamos em oportunidade de planejarmos nossos passos, que este seja no alicerce verdadeiro, que são os planos de DEUS para nossa vida.

Então para finalizar vamos levar este ensinamento a sério e aquietar o nosso coração, para que tenhamos sabedoria de tomar as decisões alicerçadas na verdade e no propósito e não por impulso para que não paguemos caro pelas mesmas no futuro.