O Farroupilha
  1. Home
  2. Artigo

Mais que sentimentos

Se você acompanha esta coluna, percebeu que temos publicado textos que não são inéditos. Isso porque às vezes somos atingidos por fatalidades que minam nossa capacidade de criação. Acontece. Deus sabe o porquê.

Desde o começo desta pandemia, acompanho o apoio dirigido aos profissionais de saúde, linha de frente deste combate, no qual tudo possível é feito para salvar vidas. A gente acompanha à distância. De perto, presenciando a atuação deles, brotou em mim a admiração extrema.

Convivendo com eles, ao ponto de lembrar seus nomes, sempre pergunto se eles não têm medo de lidar com a doença alheia. A resposta tem sido a mesma: não. Nasceram para isso, para serem corajosos, doando seus conhecimentos em benefício de pacientes que nunca viram - e talvez nunca mais vejam. Não importa. Cada um que enfrenta uma batalha na saúde leva um pouco de cada profissional que cuidou dele.

E assim, nós vamos vivenciando tantos conceitos, antes assimilados apenas na teoria. 

Certa vez escrevi que o coronavírus não ia mudar as pessoas, como pregavam. Todos iam continuar como sempre foram. Eu estava errada. O infortúnio tem um poder incrível de operar milagres! Tenho presenciado alguns. Eu, que sempre travei uma guerra íntima entre o racional e o emocional, descobri que fé não é baseada em fatos. Ela precisa ser vivenciada, ainda que a vida mostre suas gravidades. A velha história de aprender pela dor, mestre ferrenha. 
No comando de tudo, um Deus que mostra seu amor por caminhos que, um dia, talvez entendamos. 

Você pode pensar o que quiser, discordar de mim e ainda assim, vou te respeitar porque o aprendizado é individual. Só você sabe onde deposita sua esperança e como lida com isso.

Neste último mês descobri ainda mais o poder de uma oração e o quanto é essencial ter em nossas vidas pessoas que falam com Deus ao nosso respeito, intercedendo por nós, como faz quem, de verdade, se preocupa com o próximo.

Aos profissionais de saúde que estão no meu caminho hoje e a todos que oram por mim e pela minha família, minha sincera gratidão.

Gratidão também à companhia de um ser especial nesta jornada: minha Samira. Este dia é seu e nada é capaz de tirar a alegria pela sua chegada ao mundo. O amor sempre será o mais poderoso dos sentimentos.