O Farroupilha
  1. Home
  2. Artigo

O plano de voo

Todo avião quando sai do aeroporto deve ter em poder do comandante o plano de voo. Nele detalha cada item da viagem, desde a decolagem até a chegada ao destino, a que altura deve voar e quantos graus deve virar a aeronave para ela tomar o curso correto. Lembrando que este mesmo plano pode ser ajustado durante a viagem, caso a torre encontre no radar algum obstáculo, como corrente de vento ou tempestade, esta pode ordenar ao comandante que desvie o curso, ou até que fique dando voltas no mesmo lugar até a tempestade passar. Podemos comparar a nossa vida a uma grande e longa viagem de avião, e nela nós somos o piloto, e mesmo tendo autonomia e podendo mexer no manche, existe um plano que levará para um lugar seguro a nossa aeronave, que transporta toda a nossa vida, nossa família e os nossos sonhos. Mas precisamos da torre, que é DEUS fazendo os ajustes necessários para a nossa segurança.

“Atendei, agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã, iremos para a cidade tal, e lá passaremos um ano, e negociaremos, e teremos lucros. Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa. Em vez disso, devíeis dizer: Se o Senhor quiser, não só viveremos, como também faremos isto ou aquilo”. Esta palavra encontra-se no livro de Tiago 4:13-15 e mostra muito a realidade em que vivemos, antes da pandemia íamos para lá e para cá, cada um com seu negócio, buscando suas coisas materiais, e agora que temos que conviver com restrições, será que paramos para ouvir a torre? O SENHOR nos fala nesta passagem que não sabemos o que sucederá no dia de amanhã, pois somos como neblina que logo se dissipa. 

Creio que o ser humano tem uma capacidade incrível de fazer negócios, desenvolver empresas, vender suas mercadorias e conquistar o mundo, mas a própria bíblia fala em Marcos 8:36: “Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” Creio com DEUS em segundo plano podemos ir longe, mas se ELE for o nosso plano principal, aquele que ajusta o nosso curso até mesmo antes da turbulência, podemos alçar os voos mais altos.