O Farroupilha
  1. Home
  2. Artigo

Você e a Bíblia - Capítulo 71: As tempestades

Você já enfrentou alguma tempestade hoje? Pois é, todos nós já enfrentamos tempestades ao longo da nossa vida. Se você ainda não enfrentou, com certeza vai enfrentar algum dia. Se você já enfrentou e está lendo este texto, significa que a tempestade não lhe matou, e, certamente, lhe forçou a aprendeu coisas que não teria aprendido de outra forma.

Literalmente ou não, uma tempestade nos assusta. E, dependendo das circunstâncias, uma tempestade pode nos salvar ou nos matar. Mas todas as tempestades, contendo chuvas e ventos ou sem eles, podem ser enfrentadas de uma forma muito diferente, quando contamos com a presença de Deus.
Muitas tempestades e seus motivos estão detalhados na Bíblia Sagrada. Geralmente, o estrago ou benefício de uma tempestade está relacionado à proximidade com Deus. Provérbios 10.25 descreve: “Vem a tempestade e acaba com os maus, porém os honestos continuam sempre firmes.”. E Provérbios 3.25 ressalta para aqueles que estão próximos de Deus: “Você não ficará preocupado com os desastres que caem de repente como uma tempestade sobre os maus.”. 

De forma semelhante, a tempestade e seus efeitos são destacados em Provérbios 1:24-27a, sempre ressaltando que antes chegam os avisos e alertas: “Eu chamei e convidei, mas vocês não me ouviram e não me deram atenção. Vocês rejeitaram todos os meus conselhos e não quiseram que eu os corrigisse.

Assim, quando estiverem em dificuldades, eu rirei; e, quando o terror chegar, eu caçoarei de vocês. Zombarei de vocês quando o terror vier como uma tempestade, trazendo fortes ventos de dificuldades.”.

Em todas as situações que descrevem tempestades na Bíblia, literalmente ou não, embora os problemas continuem surgindo, quando as pessoas estão com Deus, a forma de resolvê-los muda totalmente. Uma descrição em que isso pode ser confirmado é Mateus 8.23-27: “Jesus subiu num barco, e os seus discípulos foram com ele. De repente, uma grande tempestade agitou o lago, de tal maneira que as ondas começaram a cobrir o barco. E Jesus estava dormindo. Os discípulos chegaram perto dele e o acordaram, dizendo: — Socorro, Senhor! Nós vamos morrer! — Por que é que vocês são assim tão medrosos? — respondeu Jesus. — Como é pequena a fé que vocês têm! Ele se levantou, falou duro com o vento e com as ondas, e tudo ficou calmo. Então todos ficaram admirados e disseram: — Que homem é este que manda até no vento e nas ondas?”.

No livro de Jó está descrito que todo o controle sobre as tempestades está nas mãos de Deus, conforme Jó 37.1: “A tempestade me faz bater o coração, como se ele fosse pular para fora do peito.”. E, continuando, em Jó 37.11-13: “Deus enche de água as nuvens, e elas lançam os relâmpagos. Seguindo a ordem de Deus, as nuvens se espalham em todas as direções. Elas fazem tudo o que Deus manda, em toda parte, no mundo inteiro. Deus faz cair chuva sobre a terra ou para castigar a gente ou para mostrar que tem amor por nós.”.