O Farroupilha
CLAUDIA IEMBO
Racionalizando...

O ano não tem sido fácil para ninguém, em nenhum lugar do mundo, imagino. Chego a sentir saudade da rotina estabelecida antes do coronavírus, com a vida cheia de horários e de atividades. Tudo mudou.

O isolamento trouxe outras necessidades e descobertas, nem tão inéditas assim. Por exemplo, sempre soube que não tinha aptidão alguma para ensinar. Não me faço entender por uma criança de sete anos! Total falta de habilidade de minha parte. Já era assim na primeira filha. Só piorou.

Que...

Saldo

A chuva voltou com força, inundando a terra sedenta. Veio com tanta voracidade que acabou por fazer estragos. 

Há poucos dias estávamos preocupados com a estiagem, agora contabilizamos os resultados do excesso. Não vamos reclamar. A reclamação é algo que precisa ser dosado. Na medida certa. Não é hora disso.

Depois de 37 longos dias, quase intermináveis, o sol voltou a bater em minha janela, aquecendo meus ânimos, devolvendo-me a paz. A cura se fez presente, terminado uma fase e iniciando outra.

...
Mais que sentimentos

Se você acompanha esta coluna, percebeu que temos publicado textos que não são inéditos. Isso porque às vezes somos atingidos por fatalidades que minam nossa capacidade de criação. Acontece. Deus sabe o porquê.

Desde o começo desta pandemia, acompanho o apoio dirigido aos profissionais de saúde, linha de frente deste combate, no qual tudo possível é feito para salvar vidas. A gente acompanha à distância. De perto, presenciando a atuação deles, brotou em mim a admiraç&ati...

Mar revolto

No dia em que escrevo esta coluna há uma neblina densa lá fora. A paisagem branca impede a visão nítida, aumentando a sensação de incertezas. Existem períodos na vida da gente assim: invadidos por algo que não nos deixa enxergar os caminhos, as respostas.

Como pessoa de fé que escolhi ser, sei que o sol vai voltar, dissipando o que tiver que ser dissipado. Até lá, oração, serenidade, confiança. 
Dizem que mar calmo não faz bom marinheiro e cada um de nós vai enfren...

Bendita paisagem

Poderia ser um quadro, pintado por um artista talentoso, amante da natureza e com uma sensibilidade aguçada para captar toda poesia da paisagem. 
Vários tons de verde compondo o espaço com o azul do céu. Cada um em sua posição, em um casamento perfeito, repleto de respeito pelo espaço um do outro. Não é notada a invasão, quase sempre nascida do sentimento de posse. A convivência das cores é harmoniosa, em equilíbrio.

Lá longe, no horizonte onde o vento deve assobiar, despontam al...

Esperança

Já ouviu dizer que se está ruim, ainda pode piorar? Sempre classifiquei a ideia como discurso de pessimistas, mas não é que faz algum sentido! Infelizmente ando sentindo na pele a veracidade do argumento.

Algo que não tem a resposta esperada acaba dando as mãos para as peças do carro que resolvem findar suas missões, atrasando-me para compromissos importantes. Acrescente diversos contratempos domésticos às pitadas de frustração por elevadas expectativas e pronto: está feita a receita que vai ger...

Poder de escolha

A cada semana tenho uma página em branco para escrever o que eu quiser. Uma oportunidade incrível e também um tremendo desafio! Não é assim a cada amanhecer? Oportunidade e desafio. O que faremos é escolha nossa.

Comecei o texto por este caminho, fixa na ideia de comentar sobre os últimos acontecimentos na nossa cidade e no nosso país.

Por aqui primeiro. Só conheci um prefeito de Farroupilha, morando na cidade. Cheguei quando Claiton Gonçalves foi eleito pela primeira vez e trabalhando no jornal, tive diversas...

Palavras, parte 2

No dia 16 de maio de 2016 foi publicada minha primeira crônica no Jornal O Farroupilha. Aniversário de quatro anos neste espaço, dividindo com você um pouco da forma como enxergo o mundo.

Muitas vezes as palavras contaram o meu cotidiano, recheado de fatos nos quais as protagonistas são minhas filhas – tema que sempre rende para mim. Outras palavras mostraram a atenção às notícias marcantes, expressando a concordância ou a indignação embutida em cada assunto. Embora o espaço seja de crô...

Na contramão

Difícil a gente atravessar o deserto sem expor os sentimentos que a realidade nos traz. Nem sempre há assuntos tranquilos a serem trabalhados ou aquela energia repleta, que pede o enfrentamento da pandemia que vivemos. A escuridão faz parte da luz.

Ando meio saturada das mensagens positivas, dos vídeos do Whatsapp, que tentam nos convencer de que estes tempos difíceis servirão para mudar o ser humano, amenizando as desigualdades – porque o vírus não escolhe classe social, raça, gênero ou seja lá que for....

Natureza

Sempre exaltei o quanto considero privilégio estar cercado de verde! Para quem saiu de uma cidade cinza, ganhar novas cores é valoroso.  Não me acostumei à beleza que emoldura minha existência e espero não me acostumar porque desta forma estarei sempre admirando-a.

A natureza traz para perto de mim seus encantos. Perto mesmo. Uma vez entrou um passarinho descuidado na sacada envidraçada. Não sei quem teve mais medo, ele ou eu! Vira e mexe aparecem surpresas desse tipo por aqui.

Se tem um lugar no qual estaciono muito de...