O Farroupilha
MARIO ROMANO MAGGIONI
Busca ativa

É direito da criança e do adolescente ser criado e educado no seio de sua família, em ambiente que garanta seu desenvolvimento integral. Esta é a frase mais relevante do nosso sistema legal e social.

Nela se insere a adoção e a sua busca ativa. Trata-se do direito dos filhos a terem família que garanta o seu desenvolvimento integral.

É levar o amor onde houver ódio. O perdão onde houver ofensa. A união onde houver discórdia. A fé onde houver dúvida. A verdade onde houver erro. A esp...

Asteroide B 612

Ao ler para a minha filha Mariana (05) os primeiros capítulos d’O Pequeno Príncipe’ percebi algo surreal. A criança, embora príncipe, não tem pai nem mãe. Por isso a literatura é fantástica. O principezinho mora num pequeno planeta, asteroide B 612, visto uma vez ao telescópio, em 1909, por um astrônomo turco. Isso é tudo. Não tem casa. Não tem plantação. Não tem nada. Felizmente a vida é mais complexa. Eu não gostaria de viver condenado ao isolamento eter...

O que foi, filho?

Li a mensagem num muro da internet. Roubei, como se fosse uma estrela que nos pertence. É um poema em forma de visita a um abrigo:

“Esses dias, por conta da ação que estamos fazendo para levar um pouco de alegria às crianças que estão no abrigo na quarentena, descobrimos que um menino que convivia com o nosso filho, na época, e maltratava ele, ainda está lá.

Assim que ele ouviu o nome do garoto, o semblante dele se entristeceu:
- O que foi, filho? Por que você tá triste assim?

- É...

De repente, 17

Aqui estou, rodeado de filhos. São três: Júlia (18), Murilo (17) e Mariana (05).

Em sendo pedra, eles pousam em mim como os quero-queros do campo. O Sol delineia a sombra de cada um deles a partir da primeira hora do dia. Eles me usam para ser e esticam ao longe os meus cabelos brancos.

Desde quando nasceram, tive a certeza de que me praticam para pai. Eu os ajudo a crescer: para frente, para cima, para trás, para os lados, ... Aqui estamos (eu e a Claudia), a moldar três existências. Cultivamos uma horta repleta de vozes.

Sempre pens...

Pedro Paulo

Hoje os sinos dobram pelo Pedro Paulo Correa. Escrevo esta crônica no clarear do dia 31 de maio. Dia de dizer adeus sem sair de casa e sem levar flores. As flores também crescem nas letras de gratidão. O afeto que fica é a herança mais valiosa.

Desde ontem (30), o Pedro partiu para um lugar lindo e abençoado.

Nascido em 25.11.1955, ele adotou o Caravaggeto como sua segunda família. Casou com a Vera Maria Buratti. Deixou a filha Mônica e a nossa admiração.

Nas palavras da Vera:

“Luto eterno! Vai...

Juiz-avô

Escrevo esta crônica no dia 25 de maio. É segunda-feira, Dia Nacional da Adoção.

Em setembro de 2015, escrevi: “Agora eu sou juiz-avô”. Era o relato de uma menina encaminhada por mim à adoção em torno de 2002. A menina cresceu, se fez adulta, casou e teve uma bebê. Assim eu me fiz juiz-avô.

Num dia desses, em maio de 2020, eu li, nas palavras do seu esposo, que a barriga daquela mulher estava cada vez mais linda e o rosto cada vez mais luminoso.

Alguns dias depois, veio a notícia, nas letr...

A Trilha dos Suecos

Manoel Bandeira disse que para compor um tratado sobre passarinhos é preciso por primeiro que haja um rio com árvores e palmeiras nas margens.

No penúltimo final de semana, sábado, 16 horas, fui com a Mariana (5) e a Júlia (18), minhas filhas, à Trilha dos Suecos. Na ida, a Mariana disse que, para não dormir, estava assistindo à sua TVzinha interior. O ‘Dudu’ e a ‘Mariana’ são os operadores imaginários dessa ‘rede televisiva’.

Na RS 448, passamos a ponte de ferro sentido Far...

A imagem que não apagará

No dia 11 de maio, a Suzana, minha irmã, escreveu:

“Ontem, as saracuras cantaram. Hoje, barulheira de aranquãs. Ventos fortes na madrugada. E o Cleo Kuhn, finalmente, diz que vai chover!”

Escrevo esta crônica no dia 12 de maio, terça-feira. Chove! Haverá música mais doce para o verde? É um pitéu para a grama. Uma bênção para as árvores. É uma delícia acordar ao som orquestrado da chuva. O dia está amanhecendo.

Faz um ano que o Loreno, nosso pai, partiu. Foi nu...

Mães de coração

Todas as mães são de coração. A minha se chama Maria Anna. Ela tem as mãos da cor da terra. Tem cheiro de fornadas de pão caseiro e o aroma do chão seco se molhando de chuva. Ela me ensinou a falar e a orar.  Ela contava e conta histórias com a magia da primavera. As flores seguem nascendo ao seu toque. Não há outra igual no universo.

Conheço outra mãe que se chama Maria. Ela não é minha mãe. É mãe de sete outros corações, um mais fofo que o outro....

Suspensão de direitos sem limitações

Eis o Ato Institucional nº 05, de 13.12.1968:

“O Presidente da República poderá decretar a intervenção nos estados e municípios, sem as limitações previstas na Constituição, suspender os direitos políticos de quaisquer cidadãos pelo prazo de 10 anos e cassar mandatos eletivos federais, estaduais e municipais, e dá outras providências”.
No domingo, 19.04.2020, alguns foram à rua para defender a volta do AI-5 e da intervenção militar.

Foi um atentado...