O Farroupilha
  1. Home
  2. Notícias

Por: Claudia Iembo

Clara Brandão compartilha conhecimentos no Sintrafar

Clara Brandão compartilha  conhecimentos no Sintrafar
Dra. Clara Brandão foi enfática (Foto: Divulgação)

Nós temos a sorte de contar com as descobertas de mentes privilegiadas, que colocam seu conhecimento ao dispor da nossa cura e evolução. A nutróloga e médica pediatra Clara Takaki Brandão é uma delas. Foi ela quem criou a famosa “multimistura” - uma receita composta por farelo de arroz e trigo, folha de mandioca e sementes de abóbora e gergelim – responsável por revolucionar a nutrição infantil no Brasil.
Dra. Clara esteve no Sindicato dos Agricultores Familiares de Farroupilha nos dias 20 e 21 de novembro, quando liderou oficinas de receitas e palestrou sobre os benefícios de uma alimentação inteligente. “Uma alimentação inteligente é tão benéfica para o cérebro quanto às drogas são maléficas”, pregou a médica.
Na tarde de 21 de novembro, a plateia formada por agricultoras, pastorais, Secretarias da Educação e da Saúde ouviu as dicas e informações sobre a importância de buscarmos alimentos nutritivos, com baixo custo e que podem proporcionar saúde. 
A multimistura, por exemplo, além de ser eficaz no combate à desnutrição infantil, é rica em minerais e vitaminas, o que lhe confere propriedades valorosas capazes de gerar inúmeros benefícios como: redução de cólica menstrual, TPM, aceleração do trabalho de parto, impedindo hemorragia pós parto, câimbra, rachadura na ponta dos dedos, melhora da memória e prevenção de doenças degenerativas, melhora do aprendizado, reduz a necessidade de drogas, ajuda na eliminação dos metais pesados acumulados no organismo e diversos outros, como explicou Dra. Clara.
Outros exemplos: as folhas de abóbora têm quatro vezes mais cálcio que o leite, alimento que, junto ao açúcar e trigo, deveria ser eliminado do nosso cardápio. O açúcar rouba todo o cálcio de uma dieta.
“A participação da Dra. compartilhando experiências que acumulou no Brasil e no mundo- ela já participou de programas de combate à fome na África e na América Latina - foi um momento único, de enriquecimento possibilitado aos que se envolveram. Mudanças na forma como nos alimentamos são fundamentais para garantir uma sociedade melhor e mais qualidade de vida”, completou Suzana Maggioni Bertuol, vice-presidente do Sintrafar.
Quem aproveitou a oportunidade de aprender mais com a médica que mora em Brasília saiu satisfeito. Compartilhar sabedoria é uma arte. Sorte de quem absorve.