O Farroupilha
  1. Home
  2. Notícias

Por: Claudia Iembo

Um novo caminho, uma nova fase para o Clube Santa Rita

Um novo caminho, uma nova fase para o Clube Santa Rita
(Foto: André Silva)

Verão se aproxima e com ele a possibilidade de momentos descontraídos aqui mesmo em nossa cidade, em locais especialmente preparados para o lazer ao sol, como a Sede Campestre do Clube Santa Rita, que acaba de ganhar um novo caminho de acesso: a obra de prolongamento da rua Coronel Pena de Moraes.

Esta alternativa foi realizada com maquinário e mão de obra da Prefeitura, que investiu R$ 250 mil. Conforme a administração municipal, o projeto passou pelas etapas de topografia, licença ambiental, supressão de vegetação, drenagem, aterro, terraplanagem e britagem.

O novo trecho, com aproximadamente um quilômetro de estrada de chão, permite acessar a sede do clube sem trafegar pela RSC-453, o que representa segurança, segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Roque Severgnini. “O fato de não ter mais contato com a rodovia já é uma grande vitória, mas também é uma oportunidade de valorizar o Clube Santa Rita, a sua Sede Campestre, que é um clube de quase 100 anos”.

Na ocasião de aniversário de 90 anos do Clube Santa Rita, comemorado em maio, o presidente Oscar Triches já havia ressaltado os benefícios que seriam proporcionados com a abertura do novo acesso.  “A comodidade de estar a menos de dois quilômetros do centro da cidade nos dará a possibilidade de oferecer ao associado muito mais possibilidade de lazer, conforto, descontração, entretenimento e prática de esporte em contato com a natureza. Tudo com a facilidade de acesso, sem a perigosa necessidade de transitar por uma rodovia de alto tráfego e subidas íngremes da estrada de chão”.

No ato da inauguração do novo acesso, ocorrido no domingo, 8/12, Triches falou novamente sobre a viabilidade de projetos, fomentada a partir de agora. “Esta obra será um marco para o Clube Santa Rita, pois a partir dela temos muitos projetos que podem se tornar palpáveis, como: triplicar o número de associados, piscina térmica, academia, pista de caminhada e ciclismo, quadra de tênis, entre outras. Quando nossa diretoria assumiu, há cinco anos, o clube estava passando por inúmeras dificuldades. Tínhamos, em nosso planejamento estratégico, ações audaciosas e outras que pareciam impossíveis, como esta obra. Mas quando temos pessoas que se dispõem a fazer - e não só a falar- as ações se tornam realidade”, disse em seu discurso de inauguração.

O presidente do clube, Oscar Triches, também sinalizou a possibilidade de mudança da sede social para a sede campestre, “ao lado do lago maravilhoso” que há por lá.

Na ocasião, o prefeito Claiton Gonçalves revelou que estão sendo feitos estudos para desenvolvimento e instalação de uma perimetral nas proximidades da Sede Santa Rita, ligando a VRS-813 a RSC-453.

 

Um pouco da história do Clube

O tradicional Clube Santa Rita nasceu em 1928 do desejo de dançar e jogar bola de algumas pessoas reunidas na época.

 

Seu atual presidente contou ao Jornal O Farroupilha, certa vez, o surgimento do clube. “Em 1928, Adolfo Riva, 18 anos, era possuidor de um bem muito valioso pelos padrões da época: uma bola de futebol. Como havia sido chamado para se apresentar ao exército, ofereceu o tesouro um grupo de amigos. Todos queriam a bola, porém nenhum deles tinha condições financeiras para adquiri-la. Tiveram então, a ideia de fundar uma sociedade. E assim, no dia 28 de maio de 1928, no pátio da casa de Antônio Feltrin, pai de Jacinto Feltrin, reuniram-se em torno de um poço os senhores Jacinto Feltrin, Vitorio Dal Monte, Guido Lovato, Abel Feltrin, Caetano Bolognese, Abramo Feltrin, Luis Lumbieri, Angelo Feltrin e Giocondo Damin. Lavrando aí a ata que documentou a fundação do Sport Clube Santa Rita. Estes fundadores constituíram família, sendo que, a maioria deles tem em seus descendentes, os maiores continuadores desta grande iniciativa”, explicou Triches.

 

Atrativos

Mudanças fizeram parte da evolução do clube, que em seu início não possuía sede própria e realizava os bailes e atividades com lampiões.

Em 1937 foi inaugurada a sede atual, no cruzamento das ruas Vêneto com Domenico Fin, lugar para os tradicionais bailes do chopp, para os grandes blocos de carnaval, que eram referência na região, para o time de futebol do Santa Rita.

Toda a valorosa tradição se estende à sede campestre, que está com atrativos significativos, como explica o responsável pela Podyum Lançamentos, empresa que está comercializando os títulos da nova fase do Clube Santa Rita. “O clube oferece uma ampla infraestrutura de lazer, bem-estar e esportes para toda família e amigos, na qual é possível encontrar: área de camping, bar, cancha de bocha, cabanas, campo de futebol 11, campo de futebol 7, quadras de areia, churrasqueiras com mesas, galpão para eventos, piscinas adulto e infantil com rampa molhada, prainha, quiosques, salão para eventos, gruta, lago e área de pesca esportiva. É um espaço ideal para a diversão e perfeito para passar bons momentos” defende Nilso José Oliveira, sócio proprietário.

 

Para associar-se ao clube, ligue (54) 9112-6151.