Calçadistas festejam aniversário do seu sindicato

No último sábado, dia 11, foi realizado um almoço no CTG Rancho de Gaudérios para os associados

Com objetivo de defender o interesse de uma classe de trabalhadores, nascia o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Calçados e de Vestuário de Farroupilha, que em 1971 obteu sua carta sindical. Para comemorar o aniversário da entidade, um almoço foi realizado no CTG Rancho de Gaudérios, neste sábado, dia 11. Ex-presidentes e sócios mais antigos foram homenageados. A categoria tem em torno de 600 sócios atualmente.

O atual presidente, o também deputado Estadual Alvaro Boessio, explica que tem conhecimento das dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores e defende e respeita a importância de uma classe bem remunerada para o desenvolvimento do Estado. Como parlamentar e sindicalista, tenho pautado meu trabalho na defesa da recuperação dos empregos e na melhoria de condições de trabalho para todas as categorias, procurando estar sempre atento às reivindicações tanto dos trabalhadores da iniciativa privada, como dos servidores públicos. Meu escritório em Farroupilha e meu gabinete na Assembleia Legislativa, em Porto Alegre, estão de portas abertas a todos que precisarem de apoio para buscar melhorias que proporcionem trabalho digno e que se revertam em serviços de qualidade para a população.

Boessio entende que a concorrência das importações do sapato da China é o maior desafio para o setor coureiro calçadista e ressalta que as indústrias do setor são responsáveis atualmente por 354,2 mil empregos em todo o país. A entrada do sapato chinês, com as manobras para escapar da sobretaxa que o governo brasileiro adotou, ainda é a maior dificuldade. A qualidade do nosso sapato, especialmente o que é produzido no RS, apresenta preço competitivo no mercado, mas precisa de maior apoio do governo, pois é uma área que dá uma resposta muito grande em termos de empregos.