Associação completa três décadas em defesa dos jornais do interior

Os 30 anos da ADI/RS foram celebrados nessa quinta-feira, 28, no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre. Evento contou com a presença do governador Ranolfo Vieira Júnior. Em assembleia geral, Adair Weiss foi reconduzido a mais um ano na presidência da entidade

A comemoração dos 30 anos da Associação dos Jornais Diários do Interior do Rio Grande do Sul (ADI/RS) ocorreu nessa quinta, no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre. Na presença de associados, autoridades e clientes, a programação iniciou com a assembleia, que renovou o mandato de Adair Weiss na presidência da entidade, assim como os demais integrantes da diretoria.

Em seu discurso, Weiss resgatou a história e objetivos da ADI, reiterou o valor do jornalismo sério e crítico, feito pelos quase 30 veículos associados, e destacou o desafio que as notícias falsas representam à sociedade. “Nunca é demais repetir. Os jornais são verdadeiras fortalezas de credibilidade nos rincões deste país”, enfatizou.

O governador Ranolfo Vieira Júnior esteve no evento e falou também sobre a importância da liberdade de imprensa. “O direito de informar e ser informado é base de qualquer sociedade democrática, e aqui não pode ser diferente”, afirmou. O governador ainda ressaltou o valor dos jornais locais que, mais próximos da comunidade, se tornam parte importante de seu cotidiano.

O entendimento é compartilhado pelo jornalista e presidente da Associação Nacional dos Jornais, Marcelo Rech. “A imprensa local é parte da alma da comunidade, se ela se fragiliza ou desaparece, um pedaço da alma da cidade se vai”, ressaltou. Para ele, o jornalismo local é o “fiel escudeiro” e divulgador nas pequenas comunidades. Por isso, mais do que preservar, é preciso que forças econômicas, políticas e sociais estimulem essa produção.

O jornalismo no futuro

Para Weiss, diante das notícias falsas e impacto das redes sociais, o jornalismo deve se manter envolvido com o espaço que sempre ocupou, de curadoria e apuração das informações valiosas e indispensáveis. “As oportunidades para os veículos de comunicação, não importa a plataforma, estão na capacidade e estratégias de oferecer conteúdos relevantes e úteis”, salienta.