Farroupilha decreta situação de emergência devido à estiagem que assola o município

Foi publicado nesta segunda-feira, 10 de janeiro, o Decreto Municipal 7.110, que coloca Farroupilha em situação de emergência devido à estiagem, que vem, entre outros prejuízos, resultando em perdas nas produções agrícolas em diversas localidades do interior.

O documento tem embasamento técnico, cujos dados foram coletados pelo Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar de Farroupilha, com o apoio da Secretaria Municipal de Agricultura, Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, Inspetoria Veterinária de Farroupilha/Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural e Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Farroupilha (Sintrafar).

As informações do estudo demonstram que a situação é delicada em diferentes culturas. Na produção frutícola, por exemplo, as perdas giram em torno de 40%. A olericultura também foi afetada, apresentando 30% de prejuízo ao considerar as espécies mais representativas no município, como as folhosas, couve-flor e couve-brócolis. Já a produção de milhão (grão) foi prejudicada em cerca de 17%, e a produção de leite, 20%.

O decreto municipal, juntamente com as informações técnicas do município referente à situação em que se encontra, serão encaminhadas ao Governo do Estado para serem homologadas. Em caso de resposta positiva, o município poderá contar também com recursos estaduais e federais para auxiliar os produtores no enfrentamento à estiagem.